-->












Globo faz apologia a sexo na adolescência, drogas e tenta denegrir a imagem do Governo Bolsonaro









Não é de hoje que a Rede Globo vem atacando a família tradicional no país. Desde o beijo gay, o uso de drogas, apoio ao aborto e agora mais que nunca a emissora tenta denegrir a imagem do Governo Bolsonaro com a apologia ao sexo precoce.





Um dos programas da ministra Damares, é incentivar a juventude a não praticar o sexo livre na adolescência, pois isso traria sérios riscos tanto para o próprio adolescente quanto para seus familiares.

Ultimamente no programa 'Encontro' de Fátima Bernardes, que o incentivo a maconha e a orgia entre pessoas do mesmo sexo vem se intensificando, tudo isso para contrariar as ações do governo.





Todo mundo já sabe qual é a intenção da Globo. Nada mais que destruir a família brasileira. Parece que as ideias de Antônio Gramisci deu certo por lá. Dessa forma, a família conservadora brasileira já percebeu seus ataques e agora sabe dá o troco. Globo aberração nacional.


No programa Encontro, com Fátima Bernardes, a apologia à maconha foi permitida. Mas uma campanha contra o sexo precoce e a gravidez na adolescência é criticada.
Fica claro quais são as intenções da emissora. Boa parte dessa campanha anti-família é para atingir o presidente Bolsonaro e seus eleitores. Uma lástima de televisão.


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo