Aras destaca três procuradores para reunir indícios de corrupção contra 5 GOVERNADORES por contratos ilícitos em meio a pandemia do Coronavírus






Foi divulgado pela Revista Veja em reportagem,  que três procuradores foram destacados pelo Procurador-Geral da República, Augusto Aras “para reunir indícios de corrupção” contra pelo menos cinco governadores.
A ação mira contratos emergenciais firmados para a compra de insumos e equipamentos em meio à pandemia da Covid-19, diz a Veja.
Um deles, segundo a reportagem, seria o governador do Rio, Wilson Witzel, do estado do Rio de Janeiro.




Ainda segundo o texto, “a nova leva de pedidos de inquérito da PGR contra governadores no STJ deve ser anunciada por Aras nos próximos dias.
Talvez seja esse um dos principais motivos, que governadores e prefeitos, desejam que a pandemia do novo Coronavírus, nunca se acabe. Os contratos emergenciais, precisam ser destinados, a estados e municípios, que realmente estejam precisando.


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo