Carlos Bolsonaro diz que Moro quando era ministro parecia um CÃO MUDO hoje chafurda como um PORCO FAMINTO tentando destruir o presidente sem provas






O filho do presidente Bolsonaro, Carlos Bolsonaro o "02", resolveu criticar o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro neste domingo, (17.mai.), após Moro falar mal de Flávio Bolsonaro.

Carlos (Republicanos-RJ) usou sua  conta no Twitter para atacar o ex-aliado de Bolsonaro [Sérgio Moro], chamando-o   de “pessoa estranha”, “cão velho” e “porco faminto”. 





Depois que Moro declarou apoio a Paulo Marinho, onde o mesmo fez acusações graves ao senador e também filho do presidente Flávio Bolsonaro, (Republicanos-RJ) o vereador postou detonando o ex-juiz, em sua rede social.
O empresário Paulo Marinho relatou, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, que Flávio Bolsonaro foi avisado com antecedência por um membro da Polícia Federal (PF) sobre a deflagração da Operação Furna da Onça. Dessa forma, Carlos Bolsonaro escreveu:

"Estou para conhecer uma pessoa mais “estranha” que este senhor! Note que força narrativas com a ‘imprensa’ 24h ao dia, visto que jamais mostrou provas desde que pediu demissão. Enquanto ministro, era mais mudo que um cão velho. Hoje, chafurda mais que um porco faminto”, 

De acordo com as afirmações de Paulo Marinho, um dos mais importantes apoiadores de Jair Bolsonaro durante a campanha presidencial de 2018 e suplente de Flávio, policiais teriam segurado a operação para que ela não influenciasse o resultado das urnas

O empresário também contou que Flávio Bolsonaro foi aconselhado a demitir Fabrício Queiroz e a filha. Os dois foram exonerados no dia 15 de outubro de 2018.




Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo