General Heleno é defendido pelas Forças Amadas depois da publicação da nota contra o decano do STF Celso de Mello em apreender o celular do presidente Bolsonaro





Depois da badalada polêmica envolvendo o ministro do Supremo Tribunal Federal STF Celso de Mello, sobre sua atitude em apreender o celular do presidente Jair Bolsonaro, as Forças Armadas, na pele do ministro e General Fernando Azevedo, concordou com a nota do ministro Heleno á nação.

Ele [Celso de Mello], teria coragem mesmo de fazer apreensão do celular do chefe do executivo brasileiro?





O decano indicado por Sarney ainda na década de 80, deixará a suprema corte esse ano, logo ele quer fazer tudo quanto puder, para prejudicar o presidente Bolsonaro.

Ocorre que para o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e para tristeza de Mello, o general concordou com a nota publicada de Heleno, sob ação descabida do magistrado.

Pois o ministro da Defesa considerou a simples ilação da apreensão do celular do presidente Bolsonaro, como uma coisa absurda.

"Afronta a segurança institucional".

As Forças Armadas aguardam sua decisão. Será que o decano vai mesmo seguir com essa ideia?










Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo