Ives Gandra faz alerta e evoca Art. 142 ante decisão de Luiz Roberto Barroso | Veja o vídeo






Em resposta ao ministro do Supremo Tribunal Federal STF Luiz Roberto Barroso, o renomado jurista Ives Gandra Martins o questionou sobre ratificação de uma liminar que suspende a retirada compulsória do corpo diplomático venezuelano do País, por determinação do presidente Jair Bolsonaro, bem como pelo ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

Dessa forma Gandra respondeu de forma coerente, mas repudiando a atitude de Barroso demonstrando clareza e disse que tal decisão é inconstitucional.





Assim sendo, o jurista Ives Gandra disse:

"O que nós vemos é o ministro Luiz Roberto Barroso, monocraticamente , dizendo 'senhor presidente, é privativa a sua decisão, subordinada a mim. Eu é quem posso dizer quem e  o que o senhor pode ou não autorizar".

Gandra Martins concluiu acrescentando:

"A evocação do artigo 142 da Constituição Federal, em que observa, que as Forças Armadas brasileiras são o poder moderador para repor a independência e a harmonia entre os poderes" 

Veja o vídeo:



Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo