Ministro da Justiça André Mendonça rebate Moraes sobre censura imposta e diz que ministro rasgou a Constituição Federal






O ministro da Justiça André Mendonça, resolveu responder usando Twitter, ao ministro do Supremo Tribunal Federal STF, Alexandre de Moraes, sobre censura imposta através do inquérito das fake news. Moraes foi o ministro que conduziu tal ação.

Para o atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Mendonça, vivemos num estado democrático de direito, imposta pela ação do ministro do STF.





“É democrático porque todo o poder emana do povo. E a este povo é garantido o inalienável direito de criticar seus representantes e instituições de quaisquer dos Poderes”, escreveu o ministro da Justiça, em suas redes sociais.

Mendonça em seu Twitter disse ainda que aos parlamentares é garantida amola imunidade por suas opiniões palavras e votos. 

“Intimidar ou tentar cercear esses direitos é um atentado à própria democracia”, exclamou.
“Esclareço que, em 2019, enquanto Advogado-Geral da União, por dever de ofício imposto pela Constituição, defendi a constitucionalidade do ato do Poder Judiciário. Em nenhum momento, me manifestei quanto ao mérito da investigação e jamais tive acesso ao seu conteúdo. Da mesma forma, as diligências realizadas pela Polícia Federal nesses casos se dão no estrito cumprimento de ordem judicial.”





Dessa forma, o ministro do governo Bolsonaro, afirmou que agora, como ele está na função de ministro da Justiça, defende que todas as investigações sejam submetidas através das regras bdo Estado Democrático de Direto, sem que sejam violados pilares fundamentais e irrenunciaves dessa democracia.

A maioria dos patrioatas, não concordou com a ação de Moraes em perseguir os influenciadores de Bolsonaro.





Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo