Após resposta do general Girão a Luiz Fux do STF Secom também usa Twitter para mostrar ao magistrado o papel das Forças Amadas entre os Poderes





Depois da resposta do general Girão (PSL-RN), ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux Sobre limitação da Forças Amadas, pedido feito através do (PDT), a suprema  corte, a Secom, (Secretaria de Comunicação Social da Previdência da República), resolveu também dá sua resposta ao magistrado.

"Lembro á Nação Brasileira que as Forças Amadas estão sob Autoridade suprema do Presidente da República, de acordo com o Artigo 142/CF da Constituição Federal". diz o Twitter.





Para a maioria dos juristas, entre eles o professor de direito Ives Gandra Martins, as Forças Amadas Brasileira (FAB), tem seu destino com a defesa e a garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.

Muitos intelectuais, juristas e militares saíram em defesa da própria Carta Magna, lei maior que rege nosso país.

Tudo isso está acontecendo, após a liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que limitou os poderes das FFAA.





A história das FFAA sempre esteve ao lado da Democracia e da Liberdade.

A Secom concluiu assim:

"As FFAA do Brasil não cumpre ordens absurdas, com o p. ex. a tomada de Poder. Também não aceitam tentativas de Poder por outro Poder da República".

CONFIRA:









Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo