Ex-lutador de MMA Wanderlei Silva e André Dida prometeram dar o troco aos ANTIFAS hoje a noite





Wanderlei Silva prometeu receber bem os agentes criminosos do Eixo do Mal.

Conforme publicado pelo jornalista bolsonariano Políbio Braga, hoje se brincar a treta vai ser pesada.

Após as manifestações violentas de ontem a noite em Curitiba contra o governo Bolsonaro, o ex-lutador do UFC e atleta de MMA, Wanderlei Silva, gravou um vídeo convocando curitibanos para uma manifestação "em apoio ao amor à pátria e apoio ao Brasil".






Além do lutador, o treinador André Dida, também está divulgando um vídeo nas redes sociais, convocando as pessoas para o ato desta terça-feira (2). “O ato vai ter que ser hoje para não deixar esfriar essa situação. Então a ideia é sair do Mueller até em frente ao palácio do governador, onde se tiraram a nossa bandeira”, comenta Dida no vídeo.

De acordo com o lutador curitibano, o movimento começou entre frequentadores de academias da cidade.

Os lutadores querem que o povo também compareça e prometeram "tratar bem" os covardes vândalos do Eixo do Mal que se atreverem a sair de casa.




O protesto desta terça-feira que está marcado para acontecer na Praça do Homem Nu, a partir das 18 horas.

Segundo organizadores, a manifestação pretende recolocar uma bandeira reserva em frente ao Palácio Iguaçu. A bandeira anterior foi queimada no fim dos quebra-quebras desta segunda-feira.


“Nosso símbolo foi detonado e a gente não concorda com isso. A bandeira é nosso manto sagrado”, explica Wanderlei Silva

Confira:




Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo