Major Brigadeiro e mais de 500 militares da alta patente saem em defesa do presidente Bolsonaro e escrevem nota em repúdio as ações do STF





Um grupo de militares de alta patente das forças armadas e algumas autoridades civis liderados pelo Major Brigadeiro Sanchez escreveram um manifesto que fazem duras críticas ao STF diante das ações recentes contra a base parlamentar do governo Bolsonaro e seus apoiadores, no manifesto subscrevem pessoas de diferente profissões da sociedade.




Segue a nota:
Manifesto das Forças armadas para o STF
OS LEGÍTIMOS GUARDIÕES DA NAÇÃO
Nós, militares e civis representantes da sociedade brasileira, verdadeiros destinatários e legítimos guardiões da Constituição Federal, indignados com os rumos ameaçadores que se descortinam para a Nação, fruto da escalada irracional de manobras pouco republicanas, protagonizadas por vendilhões da liberdade e antipatriotas, contumazes em produzir casuísmos e entendimentos contraditórios à segurança das garantias institucionais e dos direitos humanos, unimo-nos aos brados dos diversos grupos de cidadãos patriotas que decidiram identificar-se e passar a externar sua repulsa através de manifestos endereçados à cúpula dos poderes legislativo e judiciário, indignados com as recorrentes atitudes lesivas aos interesses do País.
A sociedade já não suporta assistir diariamente a divulgação de atos do legislativo e do judiciário para inviabilizar os planos do Poder Executivo destinados à recuperação econômica e moral da Nação.
Investidos da autoridade outorgada pelo Parágrafo Único do Art. 1º da Constituição Federal, segundo o qual “todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”, cláusula pétrea da Carta Magna, ombreamos com o Presidente da República, Chefe-de-Estado e Comandante Supremo das Forças Armadas, que elegemos democraticamente com 60 milhões de votos para expressar, através do único meio gratuito e democrático de que dispomos, o enérgico repúdio de sermos governados dissimuladamente por grupos inescrupulosos, formados por cidadãos eleitos por um único voto, concedido por conveniência ou nepotismo, em cumplicidade com parlamentares que não honram os diplomas conferidos por seus eleitores.
BRASIL ACIMA DE TUDO, DEUS ACIMA DE TODOS


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo