Toffoli aciona Polícia Federal e PGR contra Renan Silva e patriotas por protestarem a favor de Estado Democrático de Direito






O portal "4 linhas", O Antagonista, publicou informação onde o presidente do Supremo Tribunal Federal STF, Dias Toffoli acionou a Polícia Federal, a PGR e o ministro Alexandre de Moraes pedindo providências sobre o ataque ao STF realizado na noite de ontem com fogos de artifício.

Toffoli, pede “responsabilização penal daquele(s) que deu/deram causa direta ou indiretamente, inclusive por meio de financiamento, dos ataques e ameaças dirigidas ao Supremo Tribunal Federal e ao Estado Democrático de Direito”.




O ministro também representou contra o  bolsonarista Renan Silva Sena por crimes contra a honra, (segundo narrativa do Antagonista) e “por ataques e ameaças à Instituição deste Supremo Tribunal Federal e ao Estado Democrático de Direito, inclusive por postagens em redes sociais”. 

Mais cedo,  Renan foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal. 




Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo