VÍDEO BOMBÁSTICO: Dória X China| OMS diz que o 1° caso de COVID-19 foi em dez e China afirma que foi em novembro e a mídia do ódio esconde





O governador de São Paulo João Dória (PSDB), disse, em um PRONUNCIAMENTO OFICIAL, que o desenvolvimento da vacina "Coronavac" é fruto de um acordo assinado em AGOSTO DE 2019, entre o Governo do Estado de São Paulo e o Laboratório Chinês Sinovac.
O problema é que a OMS diz que o primeiro caso da doença aconteceu em DEZEMBRO e o governo chinês diz que foi em NOVEMBRO.




Na "melhor das hipóteses", então, 3 meses DEPOIS do acordo assinado.
Existe, porém, um estudo da universidade de Harvard, noticiado em grandes portais, como Globo, El Pais e BBC, dizendo que o vírus pode ter começado a se espalhar na província de Wuhan, vejam só, EM AGOSTO!
Veículos internacionais de renome, como o Daily Mail e o The Guardian, também noticiaram que a OMS, a pedido de Xi Jinping, teria ESCONDIDO a pandemia e, assim, atrasado a resposta global à doença.
Ou seja, existe uma IMENSA POSSIBILIDADE, baseada em FATOS e ESTUDOS, de que já tivessem conhecimento da doença, quando o contrato entre a China e o governo Dória foi assinado.
Não é "teoria da conspiração"; não é a "tia do zap" que está dizendo.




Mas aí vem uma "agência de checagem" e diz que é tudo boato; que a fala do governador foi "mal interpretada pelos apoiadores do Presidente" e, assim, tenta descredibilizar os que fazem oposição ao governo do ditadorzinho de cashmere cor-de-rosa.
A esquerda, lógico, se apega na única narrativa que sustenta o seu posicionamento ideológico e, assim, "boatos.org" se torna mais confiável do que a universidade de Harvard e jornais estrangeiros centenários.
Definitivamente, cada povo tem o governo que merece!
"É fácil impor uma ditadura no Brasil. Facílimo." (BOLSONARO, Jair Messias)
Veja o vídeo:


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo