Grupo de advogados entram com Mandado de Segurança contra Felipe Santa Cruz por fazer pouco caso na ação dos influenciadores do presidente Bolsonaro





Um grupo advogados resolveram sair em defesa da justiça social nesse país e acionaram o presidente da OAB Felipe Santa Cruz, por desprezar as prerrogativas da categoria.
O apoio foi depois do descaso que o ministro Alexandre de Moraes do STF, fez  dos Advogados de Bernardo Küster e Sara Winter, censurados pelo inquérito das fake news, após determinação do ministro 




De acordo com o Estatuto da OAB, o advogado deve ter total acesso aos autos e inquéritos, o que, pelo visto, não está sendo respeitado.
Segundo o grupo, o principal objetivo “é fazer acordar o presidente da OAB para os gravíssimos desrespeitos às prerrogativas".
"Efetivamente reaja e aja em defesa da advocacia e pare de intrometer em assuntos que não interessam à classe. Precisamos de uma OAB que defenda, exclusivamente, a advocacia, e não interesses de partidos ou ideologias políticas”, disse Flávia Ferronato, uma das subscritoras da ação.




Sendo assim, o grupo de advogados, ficaram inconformados depois da inércia de Santa Cruz, ao permanecer em silêncio frente o caso dos influenciadores do presidente Bolsonaro. 
O mandado de segurança foi distribuído para a 6ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, nº: 1032259-50.2020.4.01.3400.


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo