Bolsonaro disse que não vai entregar o celular a Celso de Mello e mandou ministro apreender o de Adélio criminoso





Em entrevista no Palácio da Alvorada hoje sexta-feira (22,mai.), O presidente Bolsonaro falou como  o "Mito" Bolsonaro.

Entre muitas coisas que o presidente falou, disse que não iria entregar o celular ao ministro do Supremo Tribunal Federal STF, por ocasião da ação do ministro da suprema corte, Celso de Mello e disse que o decano fosse apreender os telefones do criminoso Adélio Bispo.

Para o presidente Bolsonaro, a guerra Político-ideológico está atrapalhando o desenvolvimento do país e muitos estão usado a pandemia da COVID-19, para tumultuar a gestão.





O presidente do foi bastante aplaudido pelos presentes e disse que vai ficar no cargo que fora eleito até 2022.

O Mito disse também que a imprensa ataca sua administração dioturnamente e isso não é saudável. Além do mais, Bolsonaro citou que o filho do jornalista da Globo, William Bonner, recebeu indevidamente o Auxílio Emergencial, sacanagem, disse.

Atacou a Rede Globo, por ser a emissora que mais divulga fake news a seu respeito.

Bolsonaro disse que a intenção é salvar a todos, porém o vírus chinês é cruel e vai matar os mais vulneráveis. Infelizmente! Disse.

Veja o vídeo:






Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo