Esposa de Witzel é investigada pelo MPF por receber dinheiro ilícito e governador do Rio pode ser preso por corrupção






A mulher do governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC), Helena Witzel, está sendo investigada pelo Ministério Público Federal, por receber dinheiro de forma ilegal.

A quem diga que o caso da madame Witzel, e seu marido, se assemelham em quase tudo, do caso Sérgio Cabral, que está preso por corrupção.





Pelo menos o que se sabe, é que o MPF garante que o escritório jurídico da advogada Helena, mulher de Witzel, detinha contrato de prestação de serviços com a empresa DPAD Serviços Diagnósticos, que é justamente uma das integrantes de um consórcio com contratos ativos na área da saúde do governo do estado do RJ.

Essa empresa, segundo Jornal Cidade On-line, faz parte da esquema de Mario Peixoto. 

Ocorre que Cidade On-line, portal de grande credibilidade, afirma que documentos encontrados, revelam que existe transferência de recursos da empresa DPAD para o escritório de Helena Witzel. Gravíssimo!





Por causa dessa coerência, é que o STJ determinou as buscas e apreensões na Palácio das Laranjeiras, residência de Witzel chefe do estado do Rio de Janeiro, bem como no escritório de sua esposa.

Como todos estão vendo, o governador do Rio, pode ser preso e ter o mesmo destino de Sérgio Cabral, seu antecessor.

Que tragédia!




Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo