MARMELADA PETISTA: médicos acionam Ministério Público por pressão em atestar Coronavírus em óbitos suspeitos






O governador do Estado do Ceará Camilo Santana PT,  pode estar com receio, devido o Sindicato dos Médicos do referido estado que solicitou ao Ministério Público que providenciasse canais de comunicação específicos, presenciais, bem como a distância, para que os médicos possam apresentar provas dessas alegações, protegendo assim sua identidade, sobre atestamento indevido de COVID-19, a pessoas que não morreram da doença.

O motivo para tal ação dos profissionais da saúde, é que pode estar havendo pressão nos hospitais do Ceará, para que eles os médicos atestem os óbitos como suspeita de Coronavírus.





A notícia que vem sendo veiculada pelo portal Cidade On-line, relata tal ação no Ceará.

Assim o portal Cidade On-line, afirma que existe um documento que foi enviado a Promotoria, onde a instituição se coloca a inteira disposição para quaisquer esclarecimentos, Auxílios, ou atos que se façam necessários.

O presidente do sindicato, o Dr. Edmar Fernandes esclareceu detalhadamente o assunto

Veja a seguir um trecho de sua fala:

“Infelizmente, a realidade que vem se apresentando não se trata de exclusividade do nosso Estado, pois não é raro encontrar notícias de que a mesma situação está ocorrendo em diversos lugares do nosso país. A ordem é de que os médicos atestem o óbito no local com a causa ‘suspeita de Covid-19’, sem que tenha havido qualquer exame mais elaborado, ou seja, sem adotar o protocolo internacional durante epidemias e recomendações da Organização Mundial da Saúde e do próprio Ministério da Saúde”.

A população acredita que não exista a possibilidade de que a doença está sendo utilizada em prol de outros interesses, particulares. A matéria do Cidade On-line, conclui dizendo que o Sindicato dos Médicos está aguardando uma rápida manifestação do MP sobre a denúncia. 



Compartilhe e alcance mais pessoas:

Siga-nos no Twitter:



Fechados com Bolsonaro! 🇧🇷🤝
Grupo Público · 9.049 membros
Participar do grupo